Barbosinha analisa dados de ICMS e apresenta queda nos índices de Dourados

Barbosinha apresenta dados sobre arrecadação de ICMS
20/08/2019 – 11:23 Por: Ana Maria Assis   Foto: Luciana Nassar

O deputado Barbosinha (DEM) usou a tribuna durante a sessão desta terça-feira (20) para compartilhar os números de arrecadação do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no estado de Mato Grosso do Sul. Durante a fala, Barbosinha destacou a situação da cidade de Dourados que, conforme os dados, em 2016 era a segunda maior economia do Estado, e os índices foram reduzidos desde então de 7,0731 para a previsão de 4,9405 para 2020.

“A crise tem efeito intenso na cidade de Dourados, com repercussão em todas as áreas: na saúde, educação e infraestrutura”, alertou Barbosinha. Eduardo Rocha (MDB), em aparte, comentou sobre a realidade de Três Lagoas, afirmando que é preciso se atentar também às necessidades da cidade que é o maior pólo de celulose do Estado. O deputado comentou, ainda, que esteve com o prefeito de Vicentina e que constatou que o problema da saúde pública em Dourados precisa de atenção, pois afeta os municípios da região.

Marçal Filho (PSDB), em aparte, parabenizou a fala de Barbosinha e afirmou que Dourados precisa de mais representatividade política no âmbito federal. Neno Razuk (PTB) também comentou a questão, afirmando que o Poder Executivo municipal de Dourados está trabalhando por melhorias. “Essa não é uma questão administrativa. O que a prefeitura pode fazer já está fazendo. Esse é o resultado de anos de abandono a cidade de Dourados”.

Para Gerson Claro (PP), a crise atinge todas as regiões do Estado. “Precisamos de gestões dos municípios responsáveis e equilibradas. É importante buscar resolver os problemas regionais, que atingem todas as cidades”, afirmou.

Projetos

O deputado Barbosinha durante a sessão ordinária também apresentou um projeto de lei e outro de resolução. Como projeto de lei, o deputado propôs denominação nova ao Programa “Casa da Saúde”, localizado na Avenida Afonso Pena, 3547, em Campo Grande-MS. Já como projeto de resolução, o deputado propôs uma concessão de título de cidadão sul-mato-grossense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *